Páginas

terça-feira, 28 de junho de 2011

Copa 2014


(Os Diaristas)

Essa é das boas!

Essa realmente é das boas, e veio lá do blog do Josias de Souza, matéria de ontem: o “sujeito” foi designado para comandar delegação brasileira na Guiné Equatorial, por conta da 17ª Assembléia Geral da União Africana, na qual deitará seus conhecimentos em palestra com o tema ”Empoderamento da Juventude para o Desenvolvimento Sustentável”.

Putz! Isto é pior do que “abastardamento da raça”! Além, evidentemente, de faltar conteúdo à "espécie" que disso se ocupará; faço questão de não utilizar a expressão "espécime", tendo em vista a quem me refiro.

Empoderamento, segundo os estudiosos das lides sociais que consegui pesquisar em rápida pesquisa - palavra que, na fala dos próprios, não se encontra no dicionário – tem origem no termo inglês “empowerment”, e é utilizado largamente por aquela turma do “social”.

Citando Paulo Freire, criador da expressão em questão, dizem que o empoderamento seria o ato de empoderar (êta porra!), de dar poder, constituindo-se, nas linhas daquele Educador, noção de conquista da liberdade pelas pessoas que se encontram subjugadas por uma dependência econômica, política etc.

Como tal conceito reflete justamente o contrário do que praticado aqui nas terras tupiniquins, falar-se em “Empoderamento da Juventude”, poderia ser uma boa oportunidade de a ela dar o poder para “emparedar” os neurônios do palestrante, além do próprio, mandando-os para o fundo do poço sem fundo.

Mas a palavrinha é braba; consegue ser pior do que “abastardamento da raça”.

Segue a matéria do blog do Josias de Souza, ontem editada.

JabaNews


Dilma nomeia Lula para chefiar uma missão na África
Lula Marques/Folha

Graças a Dilma Rousseff, Lula já tem o que fazer nos próximos quatro dias –de terça a sexta.
Entre uma palestra e outra, o ex-soberano vai preencher o ermo de seu ócio na chefia de uma missão diplomática.
Lula comandará a delegação brasileira enviada à 17ª Assembleia Geral da União Africana, na cidade de Malabo, Guiné Equatorial.
Tomada na última sexta (24), a decisão de Dilma materializou-se em ato publicado no ‘Diário Oficial’ desta segunda (27).
Revestido da autoridade delegada pela pupila, o patrono vai ao microfone.
Pronunciará uma palestra. Infelizmente, não-remunerada.
O tema? "Empoderamento da Juventude para o Desenvolvimento Sustentável".

Comentários do Sicário em "Retorno às origens"

Jaba...


O documentário é interessantíssimo para se entender as relações tribais, os interesses políticos, incluíndo aí a ONU, organismo criado para gerenciar diferenças e que muitas vezes através de seus organismos se presta a incentivá-las. O título do documentário em português é "Apertando a mão do diabo" e foi baseado no livro escrito pelo general canadense que comandou as tropas da ONU, quando do conflito.
Pelo documentário podemos ter uma idéia de como a massa desinformada, se "bem" conduzida, pode cometer atrocidades em nome de religiões, partidos políticos, ideologias, etc...
A politica da esquerda para o Brasil da era PTralha é justamente aumentar as diferenças, sejam elas quais forem (cor-sexo-religião, etc..) para manipular as ditas minorias conforme a vontade delas mas de acordo com o desejo do governo.
Toda sorte de crimes são cometidos para justamente confrontar quem é contrário ao poder vigente e nisto estamos perdendo. Se analisarmos os atos da quadrilha no poder, do ponto de vista militar, veremos ações de um grupo inimigo que lança ataques diários para ver a capacidade da nossa reação, assim o que a quadrilha faz é fustigar a sociedade pensante para medir capacidade de reação dela e é isso que norteia seus próximos passos.
Somos uma nação de São Tomés, os que só acreditam vendo, e mesmo com tudo que é denunciado e divulgado parece não ser suficiente para uma parcela idiotizada que sequer consegue pensar por si própria e é aí que entra a imprensa engajada que apresenta a verdade de quem escreve somado ao interesse de quem paga.
A inversão de valores é visível e risível, principalmente quando as instituições "superiores", a elite pensante e dirigente se curvam perante ideologias e permitem que a massa seja manipulada por minorias imbecis e cobertas de má intenções.
Para que eles não consigam vencer uma simples vela é suficiente para dissipar a escuridão, para tanto teremos de mantê-la acesa.


abraço


Sicário


Olá Sicário,

O documentário, realmente, é muito interessante, enfoca, ao menos, o que dei mais destaque, isto é, a capacidade de arregimentação para aniquilar o inimigo, a minoria tutsis e, na seqüência, a turma moderada dos hutus que com o primeiro dividiam o poder, em período de transição - já aqui com o intuito claro de amplo domínio; lá por aquelas bandas, a questão tribal, isto é, as divergências étnicas, dada à escassez de alimentos, “justificaram”, na ótica da barbárie, o genocídio que se seguiu: armamento preferido – AK 47 -; a idéia era exterminar os tutsis do mapa.
Exterminar o inimigo se constituiu, também, no ideal de tomada e manutenção perene no poder, por parte de regimes muito a gosto de quem atualmente dita os destinos aqui dos trópicos.
A aparente ingenuidade do segundo em comando das tropas da ONU, que levou o então General a proferir aquelas palavras, assemelha-se ao que ocorre com os menos afortunados de conhecimento, aqui das bandas nacionais, veio fácil para disseminação de mentiras, em discursos de alto conteúdo demagógico.
Tal como aquele, quando acordou da sua ingenuidade, estes já deram sinais de que estão percebendo o engodo a que foram submetidos; em maio passado, ao retorno de segundo sono induzido, trouxeram-me reportagem do jornal dos Marinhos, dando conta de que casas do programa Minha Casa Minha Vida, entregues no ano de 2009, foram construídas sob um lixão, com 70% delas já condenadas (crime premeditado e não apurado), para o que a turma já mostrava estar acordando; mais recente, foto publicada no mesmo jornal, de uma favela plana, ou “comunidade”, no politicamente correto, de nome “Comunidade Dilma Rousseff”, sem qualquer infra-estrutura, saneamento, ou porra nenhuma, miséria mesmo, tal como inúmeras outras por aí espalhadas, e ainda se demanda júbilo pela ida de um brasileiro para FAO, por conta do programa Fome Zero, distribuição de vinténs para compra de alimentos para quem não tem dinheiro. É piada! Só pode ser piada!
Essa turma, que parece sinalizar para o que realmente conhece – o que os olhos vêem vale mais do que um bando de palavras - permite idealizar o quadro de que alguma consciência tem-se formado diante do seu dia a dia; esse pessoal demanda efeitos imediatos e diários, quem tem fome não pode esperar dias, semanas, meses, anos de pura criminalidade.
Não comparo, evidentemente, genocídio com a morte de brasileiros, por conta de irresponsabilidades de governo, mas é fato: incontáveis brasileiros morrem diariamente por conta da miséria, fome e doença, e isso não vem de hoje. E o interessante nisso tudo, é que são os mesmos que sustentam os duvidosos índices de popularidade governamental, que os trata como mero detalhe de permanência no poder; isso, sem dúvida, é curioso, para não dizer, instigante.
A se considerar o odioso instrumento da manipulação, esse pessoal que começou a demonstrar aparente conhecimento da verdade, seria presa fácil para obtenção de votos, como o fizeram o atual governo e os que antecederam, principalmente o em voga, nos seus escusos interesses, que dizem legitimamente aquinhoado com o comando do País, por conta do exercício do voto: legitimamente é demais, não há como, no canto mais inalcançável da consciência, isso admitir.
Falando em legitimidade, acredito que os meios políticos são os únicos apropriados para dar um fim nessa podridão, já por demais disseminada, podendo até se contar com o apoio da turma do capital e daqueles que só pensam nos seus próprios interesses.
Manter uma simples vela acesa, tal como consta de seus comentários, já seria suficiente para dissipar a escuridão e talvez alcançar os que aparentam começar a despertar.
Mas penso, também, que uma boa chacoalhada nesta turba, poderia dar o mesmo resultado (“contra golpe" seria o título original da matéria); seis meses de contínuo governo, e ainda por conta de corrupção e outros atos inomináveis, e até originários do passado, faz pensar, daí permanecer no imaginário o hasteamento da bandeira da decência em Pindorama.

Abs.,

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Retorno às origens


Se você não consegue ver uma coisa,
não quer dizer que ela não exista.

A frase acima, que consta da penúltima postagem, denominada “Divagação”, me veio à escrita em flashes de memória de um documentário que assisti sobre o massacre de Ruanda que, se não estou enganado, ocorreu em 1994, patrocinado por facções radicais hutus contra tutsis e hutus moderados. Segundo informações da ONU, cerca de 800 mil pessoas foram assassinadas no que ficou conhecido como o genocídio de Ruanda. Tal frase fora dita pelo General responsável pelas forças de paz da ONU ao seu segundo em comando quando, em divagações sobre os problemas ruandeses, este último comentara não enxergar nenhuma possibilidade de levantes criminosos.
 A frase em questão destina-se, aqui na terrinha, àqueles que compõem a massa manobrada por quem dominou o País (que parece já começou a enxergar alguma coisa), e que o dominou não só por conta dessa massa que acreditou em palavras vazias, veio da esperança mentirosa e inalcançável, por força mesmo do desconhecimento e cultura, como, também, por conta do capital que apostou suas fichas em aumento mais rápido da riqueza e naqueles que, apesar de possuírem escolaridade bandearam-se, por já bandeados ou não, para as bandas do espírito doentio e egoísta.
Não é nenhuma novidade que após a assunção do governo pelos civis, o País experimentou um processo de perda de valores, de toda ordem, notadamente da sua própria história, dos seus símbolos e da cidadania, que mais se acentuou nos 8 anos e 6 meses de governo do “governo atual”.
Nos atuais 6 meses de continuidade dos últimos 8 anos, nada aconteceu no País que não capítulos diários de escândalos e corrupção, imoralidades administrativas de toda sorte, embates diários por arrumar um lugar na cadeia de comando, ainda sem fim, troca de seis por meia dúzia, culminando com algo extremamente vergonhoso, que foi a manutenção de criminoso comum no País, já sentenciado em seu País de origem, ao qual ainda foi concedido visto de permanência, em posse do qual poderá aqui viver candidamente.
Escárnios dos escárnios têm-se, também, a tentativa de se manter em segredo os gastos da Copa, para o qual o País, atualmente, não tem o menor preparo ou infra-estrutura, e nem falo, aqui, das hipocrisias de momento, como o “casamento” daqueles chegados ao mesmo sexo e a “marcha” dos desocupados e vagabundos, em clara apologia criminosa. E nem vou mais longe, com os benefícios concedidos pelo CNJ à magistratura, como o “auxílio alimentação”.  A espiral crescente de imoralidades chegou ou já ultrapassou o fundo do poço.
Para isso ter fim, não vejo alternativa, política ou não, que não seja a de expulsar do governo essa turma de párias, na tentativa de resgatar a imagem que o País já perdeu, começando, pois, do zero, com o retorno às origens da decência.

JabaNews

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Boicote à Copa

Estou com eles, principalmete depois da última com o italiano, ou seja, o visto - o visto da VERGONHA.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Divagando

Se você não consegue ver uma coisa,
não quer dizer que ela não exista.


Uma boa semana para todos.


JabaNews

Comentários do Sicário em "Comparação infeliz"

Eventual divergência política, religiosa ou de natureza sexual não pode, jamais, impedir o outro de expressar a sua liberdade. Os limites da liberdade de um tangenciam a do outro", disse.


Jaba...


Começo este comentário com uma parte da sentença da digníssima. Pergunto: onde está a reciprocidade da lei? Foi um julgamento ou um linchamento?
Isto é o judiciário brasileiro, eles tem direitos os condôminos não. Na realidade nossos juízes, em todas as instâncias não julgam. Como nas melhores ditaduras, eles arbitram conforme manda o dono.
Tem como explicar que a Constituição do Brasil seja rasgada para favorecer grupelhos (vide o caso do "casal" de Goiás)?
Pq. existem leis se aqueles que se arvoram ao papel de deuses, pois estão acima do bem e do mal, as analisam sob sua perspectiva e entendimento e não somente pelo que determina, repito determina, a "fria letra" dela?
De minha parte podem pegar exemplares da carta magna, da prostituição federal, e socar onde for do gosto de cada um dos membros do STF e de todos aqueles que ao menos uma vez na vida citam a lei maior como exemplo de defesa de direitos e cidadania da minoria, em detrimento da imensa maioria.
Com relação a compração feita pela digníssima... ela deveria saber que uma bandeira representa uma minoria e que, invariavelmente, através dos séculos bandeiras geraram inimigos e que uma cruz, uma estrela de davi, uma lua crescente representam milhões de pessoas e inclusive, dentre estas, milhares daqueles que também empunham a bandeira colorida. Penso que comparar a idéia dela com o recheio de um balde repleto de m... não é exagero.
Estas pessoas estão se aproveitando do momento, do frescor da novidade, para aparecer e aparecem da pior forma possível, ou seja, demonstrando sua imbecilidade.
No dia em que a magistrada tiver um vizinho daqueles que é comum se chamar de homossexual louca, daquelas loucas mesmo, ela saberá o motivo dos condôminos não autorizarem a festa, quem sabe ela passe a pensar... e a pensar diferente.


abç


sicário


Olá Sicário,

Espero que, independentemente da vizinhança, a "distinta" caia em si e passe a pensar diferente, desde logo, deixando de surfar nos interesses próprios, de momento duvidoso e questionável.
Enquanto isso não ocorre, espero colocar em curso ou em prática, com a ajuda de alguns, ou que alguns consigam, com minha participação ou não, o direito ao retorno de ver a distribuição da justiça, não seguida de escândalos ou hipocrisias.

abs.,

p.s.: comparar religião à viadagem já é imbecilidade em demasia, ultrapassando os limites do extremo já inaceitável.

Dodecálogo do JabaNews/PQM

 
"DODECÁLOGO DO JABANEWS"

PRINCÍPIOS NÃO UTÓPICOS DO PQM - PARTIDO QUERO O MEU

RETORNO:

1 - DO DIREITO A DIGNIDADE

2 - DO DIREITO AO RESPEITO DO E AO PAÍS

3 - DO DIREITO À PRÁTICA DE DISTRIBUIÇÃO DA JUSTIÇA NÃO SEGUIDA DE ESCÂNDALOS E HIPOCRISIAS


4 - DO DIREITO AO RESPEITO ÀS LEIS, COM PRISÃO E SANÇÃO DAQUELES QUE A DESREPEITAM E A DESRESPEITARAM, NOTADAMENTE DOS MOVIMENTOS CRIMINOSOS E DOS QUE ASSALTARAM E CONTINUAM ASSALTANDO OS COFRES PÚBLICOS

5 - DO DIREITO AO ORGULHO DE OLHAR PARA O PAÍS E VER UM PAÍS DECENTE, QUE RESPEITA A SUA HISTÓRIA E OS SEUS SÍMBOLOS


6 - DO DIREITO À SAÚDE PÚBLICA DE EXCELÊNCIA, SEM DIREITO A MORRER POR ATENDIMENTO MÉDICO INALCANÇÁVEL

7 - DO DIREITO DE VER A FARRA DOS IMPOSTOS EMPREGADA EM FALCATRUAS E OUTROS EXPEDIENTES INOMINÁVEIS, SER UTILIZADA, ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE, NA EDUCAÇÃO, INFRAESTRUTURA E BEM ESTAR DO PAÍS

8 - DO DIREITO DE VER A DECÊNCIA OCUPAR A MENTE DOS HOMENS, PARA AFASTAR DO CONVÍVIO APANIGUADOS, DESPREPARADOS E DÉSPOTAS

9 - DO RESPEITO AO LEGISLATIVO E ÀS INSTITUIÇÕES DO PAÍS

10 - DO DIREITO À CONFIANÇA DE SE DESPOSITAR, EM ALGUNS, O DESTINO DO PAÍS

11 - DO DIREITO À CERTEZA DE QUE OS CRIMINOSOS, QUALQUER QUE SEJA O NÍVEL, SERÃO DEFENESTRADOS DO CONVÍVIO SOCIAL E DA VIDA PÚBLICA

12 - DO DIREITO AO RETORNO DA PAZ SOCIAL

Enquanto isso ... queima de arquivo em Pindorama


(Marco Aurélio, Os Diaristas)

Oremos!

Confirmado: Hugo Chávez grave em Cuba

Por favor, temos de ajudar.
EL COMANDANTE HUGO CHÁVEZ SE ENCUENTRA EN CUBA EN GRAVE ESTADO DE SALUD POR CULPA DE UNA BACTERIA.
LOS INVITAMOS A TODOS A ORAR POR LA SALUD DE LA BACTERIA, QUE RESISTA LOS ANTIBIÓTICOS Y QUE SEA FUERTE PARA QUE PUEDA CULMINAR CON ÉXITO SU MISIÓN...


Onde está Hugo Wally Chavez?


Muito se especula sobre o súbito desaparecimento do presidemente da Merdezuela, Huguito Loko Chavez.
Desde que ele chegou à CÚba, até hoje, não foi mais visto vagando pela terra dos vivos.
Especula-se que ele tenha sofrido uma forte infecção nos testículos e isso tenha levado o Caudilho Merdezuelano à óbito.
Também dizem que foi uma apendicite grave e aguda que o tenha levado para a terra dos pés juntos.
Muito se fala e nada se confirma sobre o desaparecimento do Louco Bostivariano, é de se estranhar o silêncio da rataiada vermelha sobre esse assunto.
Na verdade, o que se sabe é que o Loko Chavez veio ao Brasil de bengala e quando chegou a CÚba foi internado as pressas com fortissimas dores na região do "brioco". 
Teria ele em uma reunião à portas fechadas com a Dentuça sido vítima de uma "dedada" comuno facista e isso tenha levado a perda parcial das pregas anais e consequentemente à óbito?
Esse fato seria conhecido como a DEDADA FATAL!!! Daria até roteiro de filme classe B financiado pela PTroubras.

O que se tem de concreto é que ele estava reunindo sua turma de Bostivarianos e pretendia voltar a filmar os episódios da "Turma do Chaves".
O elenco já estava formado.

Cristina Barbie Kirchner , Dª Florinda.
Dilmarionete Dentuça, A Bruxa do 71.
Rafael Correa, Seu Barriga.
Ideli Salvati, Chiquinha.
Luis Inácio, Seu Madruga.
Fidel I, Professor Girafales.
Evo Morales, Nhônho.
E ele, Loko Chavez, como Chavez.

Com um elenco desses vai parecer formação de quadrilha, mas...enfim... Por onde andará Wally Chavez? O Bufão da bunda grande...


REPASSANDO: Comercial da Polícia do Chile

Comercial da Polícia do Chile
Encontre o telefone.

ABRA O "LINK" ABAIXO.
MOVA O "MOUSE" ATÉ ENCONTRAR O CELULAR QUE ESTÁ TOCANDO.
QUANDO O ACHAR, ATENDA (?)


http://imagenes.telematica.net/2009/VespucioNorte/2009.09.15/autopista_vespucio_norte_express.htm


JB01
por e-mail

Problemas no Blog

Mais uma do Google: d'outra vez foi a perda de várias matérias, comentários recebidos e respondidos: já por ora, não consigo, desde ontem à noite, editar imagens e vídeos no que se chama "postagem", apesar de checar as denominadas configurações, as quais, nos meus parcos conhecimentos, encontram-se em "ordem".

Isto já enchendo o saco!

JabaNews

terça-feira, 21 de junho de 2011

A falta de vergonha não tem fim, II

Reportagem, de hoje, no estadão, agência estado.
PPS cobra ministro por indenização a dirigente do PSB.
A oposição quer ouvir o ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, sobre os R$ 280 mil pagos em março ao vice-presidente do PSB, Roberto Amaral, referentes à demissão da Alcântara Cyclone Space (ACS), sociedade entre os governos do Brasil e da Ucrânia para gerir o principal programa espacial brasileiro. O pagamento da indenização ao dirigente do PSB foi revelado pelo Estado.
O PPS vai apresentar pedido de convocação de Mercadante e Amaral para audiência conjunta nas comissões de Ciência e Tecnologia e de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara.
Amaral recebeu o valor ao ser demitido do cargo. No mesmo dia, foi nomeado para os conselhos da Itaipu Binacional e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), cujos salários somam cerca de R$ 25 mil. 'O pagamento da indenização é, no mínimo, indecente', disse o líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR).
  ------------------------------------------------------------
Será indenização por demissão sem justa causa?

A falta de vergonha, parece, realmente, não ter fim!

JabaNews

A falta de vergonha não tem fim

Por Denise Madueño / BRASÍLIA, estadao.com.br, Atualizado: 21/6/2011
Câmara quer aumentar cargos de apadrinhados
A Mesa da Câmara está patrocinando uma mudança na estrutura da Casa para aumentar as indicações de apadrinhados políticos, esvaziando a composição de órgãos técnicos da Casa. Como a regra estabelece que a distribuição dos cargos sem concurso público para os gabinetes das lideranças é proporcional ao tamanho das bancadas eleitas, um artifício contábil foi criado para compensar os partidos que diminuíram de tamanho, como o PMDB, e não querem repassar os postos para os partidos que aumentaram.
Os salários desses cargos, conhecidos por Cargos de Natureza Especial (CNEs), variam de R$ 2.603 a R$ 12 mil, considerando as gratificações. Para fechar a conta, além da transferência dos cargos, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), cortou parte das funções gratificadas, que são remunerações destinadas aos servidores concursados que ocupam postos de chefia. No projeto, que está na pauta de votação de hoje, a Mesa da Câmara considera que essas medidas compensarão o aumento em torno de R$ 3,6 bilhões com os cargos para as lideranças partidárias.
A parte administrativa da Casa vai manter 90 dos 156 cargos destinados a diretorias e secretarias da Casa, departamentos de finanças, de orçamento, de comissões, de informática e para formação de servidores. Alguns desses cargos são usados quando é preciso contratar algum serviço especializado, mas que não seja necessário manter o funcionário permanentemente, o que exigiria concurso público.
Nas bancadas, os cargos de livre nomeação são muitas vezes usados como moeda de troca por apoio nas eleições para líder e para a presidência da Casa.
Na reestruturação de cargos, Maia repôs o que o eleitor negou nas urnas. Em 2006, o PMDB elegeu 89 deputados e era a maior bancada. Por conta disso, tinha direito a contratar sem concurso público 92 assessores para a bancada. Na eleição passada, perdeu 11 deputados e faria jus a 16 cargos a menos. O jeitinho de Maia garantiu os mesmos 92 assessores para a bancada.
O mesmo se repetiu com o DEM. A bancada perdeu 22 deputados na eleição, mas o partido manterá os 76 cargos de assessores que já tinha. O PTB foi beneficiado pela nova estrutura. Nas duas últimas eleições, garantiu a bancada em 22 deputados. Tinha direito a 37 cargos de assessores e, na nova regra, poderá contratar 52 - 15 a mais.
O PT elegeu 88 deputados em 2010 e, pela regra atual, teria os mesmos 92 assessores de quando a bancada tinha 83 deputados. Pelo projeto, terá 104. A bancada do PP aumentou 3 deputados nas últimas eleições, mas ganhou 22 CNEs a mais. Vai passar de 54 assessores para 76. O PC do B e o PV terão direito a mais 8 cargos, o PDT e o PSB, a mais 6.

----------------------------------------------------------------
Isso é que é "falta de vergonha" das boas!

JabaNews

Comparação infeliz

O título da matéria vem de uma decisão proferida pelo Judiciário aqui do Rio, na forma do informativo que se segue, extraído do site do Tribunal, encontrando-se, o que chamo de “comparação infeliz”, em "negrito".

JabaNews

"O casal Marcio Soares e Roberto Freitas receberá R$ 20 mil de indenização, a título de danos morais, do Condomínio do Edifício Thasos, em Madureira, Zona Norte do Rio. A decisão é da juíza Daniela Reetz de Paiva. O conselho administrativo do Condomínio fez várias tentativas para proibir que eles fizessem uma festa no salão, restringindo o espaço da comemoração, a decoração escolhida - uma bandeira do arco-íris, e a entrada de uma convidada drag queen.
 Na sentença, a magistrada explica que o conhecimento das leis e dos princípios constitucionais nas sociedades modernas é mais abrangente, e a exteriorização do preconceito ocorre, frequentemente, de forma velada, sorrateira e até mesmo quase inconsciente. Frisou, ainda, que às crianças e aos inimputáveis são permitidas determinadas condutas que não podem ser desculpadas nos maiores e capazes.
A juíza Daniela Reetz lembra que à luz do disposto no artigo 5º, caput, da Constituição Federal, somos todos iguais e obrigados a aceitar o direito do diferente a ser também igual. "Eventual divergência política, religiosa ou de natureza sexual não pode, jamais, impedir o outro de expressar a sua liberdade. Os limites da liberdade de um tangenciam a do outro", disse.
"A colocação da bandeira do arco-íris não possuía nenhuma conotação política na festa dos autores, mas era tão somente uma forma de celebração. A bandeira do arco-íris representava, na festa dos autores, o mesmo que uma cruz e/ou um anjo em uma festa de batizado e primeira comunhão, ou até mesmo o Papai Noel na festa de Natal e/ou a Iemanjá ou a cor branca dos festejos de réveillon", explicou a magistrada.
Ainda segundo a juíza, não havia nada de indecente ou ofensivo na festa que justificasse as ações do condomínio, a não ser o medo do diferente ou o preconceito velado. "As nuanças da conduta do condomínio réu, nas pessoas de seus representantes e não especialmente na pessoa do síndico, demonstram que as restrições impostas aos autores foram motivadas, principalmente, pelo preconceito e não por eventual inadimplência dos autores e/ou falta de apresentação de lista de convidados. De outro giro, a presença do policial, chamado por um condômino, ao verificar a licitude da conduta dos autores e liberar o local, foi, no meu entender, fator decisivo para a realização da festa", justificou.
 PROCESSO Nº 0017523-50.2010.8.19.0202"

Interessante,II !!!

Essa matéria, que se refere à união estável do casal lá de Goiás, a primeira após interpretação "desconforme" e inconstitucional da Constituição pelo Supremo, era para ser encaminhada para o blog, domingo passado, indagando o que a OAB tem a ver com isso? O assunto diz respeito somente ao “casal”? Ou a OAB lá de Goiás criou uma secretaria para assuntos baitolenses, e também age de ofício?
A matéria é do estadão:

estadao.com.br, Atualizado: 19/6/2011 16:25
OAB contesta juiz goiano que anula união estável
Leandro Colon, de Brasília
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) contestou neste domingo a decisão de um juiz de Goiânia, tomada na última sexta-feira, que mandou anular todas as uniões estáveis entre homossexuais. A determinação do juiz Jeronymo Pedro Villas Boas, da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal e Registros Públicos de Goiânia, contraria o Supremo Tribunal Federal (STF).
O juiz Villas Boas determinou ainda que todos os cartórios de Goiânia ecusem pedidos de contratos de união estável entre gays. Em nota, o presidente em exercício da OAB nacional, Miguel Cançado, afirmou que a decisão do juiz de Goiânia é 'um retrocesso moralista'.
'As relações homoafetivas compõem uma realidade social que merecem a proteção legal', afirmou.
Na sexta-feira, o juiz de Goiânia anulou, de ofício (sem ter sido provocado), a união estável do casal Liorcino Mendes e Odílio Torres, celebrada em contrato no dia 9 de maio passado. Foi o primeiro casal deGoiânia a tomar essa iniciativa após o STF aprovar a união estável entre homossexuais no dia 5 de maio.
A decisão do Supremo é vinculante e tem de ser acatada pelas demais instâncias do Judiciário.
Ao tomar a decisão, o magistrado alegou que o STF mudou a Constituição ao definir que casais gays podem registrar em cartório uniões estáveis. Na avaliação do juiz, esse tipo de mudança caberia apenas ao Congresso. O casal Liorcino Mendes e Odílio Torres promete recorrer e ir ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra a decisão de Villas Boas.”

A Constituição diz em seu Art. 5º, que todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição - não se fala na terceira categoria.

Por sua vez, o art. 226 prescreve que a família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado esclarecendo, em seus §§ 3º, 4º e 5º que, para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento (§ 3º), que entende-se, também, como entidade familiar a comunidade formada por qualquer dos pais e seus descendentes (§ 4º), e que os direitos e deveres referentes à sociedade conjugal são exercidos igualmente pelo homem e pela mulher.

Mais uma vez, a Constituição não fala em terceira categoria, só fala em homem e mulher. o Juiz pode até estar certo na sua apreciação e manifestação mas, se o fez, como diz a reportagem, sem provocação, perdeu ótima oportunidade de firmar sua posição; se para "holofotes" ou não, pelo menos teve coragem de mostrar a sua indignação.

De qualquer forma o devaneio OAB já se foi, com a decisão, de hoje, da Corregedoria do TJ de Goiás que anulou aquela decisão.

Mas a pergunta é pertinente: O que a OAB tem a ver com isso? O que lhe cabe falar em decisão vinculante, quando o assunto diz respeito àquela dupla? Por acaso a magistratura tem que se dobrar a idiossincrasias e hipocrisias? Ou a OAB iria fornecer os seus préstimos aos triste "par", já agora feliz com a decisão da Corregedoria daquele Tribunal?

JabaNews

Nova Marcha


(Iotti, Os Diaristas)

Comentários do Sicário em "Apologia ou liberdade de expressão?!"

Jaba...


Toda a manifestação, através de marchas, que o STF definiu de "liberdade de expressão" nada mais é do que apologia.

Para explicar, gosto de citar exemplos, portanto, vamos lá: nos idos dos anos 80 (em plena "ditadura") numa reedição dos festivais de música, na rede globo, Pepeu Gomes e Baby Consuelo cantavam "voce pode fumar baseado, contando que voce pode fazer quase tudo"; depois, os anos 80 uma desconhecida banda gaúcha cantava "com caína, com caína meu bem é com caína que eu me sinto bem"; mais adiante nos anos 90 vem o cantor Bezerra motivo deste comentário com a frase da camiseta e cantava, também "é coca da boa mané...é coca da boa", e ultimamente uma banda de nome Planet Hemp que gritava que "eu continuo fumando tudo até a última ponta".

Alguns exemplos da "cultura" musical brasileira nas últimas 3 décadas onde, até que me corrijam, somente o Planet Hemp teve problemas judiciais,sem maiores consequências para os "artistas", por apologia ao uso de drogas.

Até me provem o contrário, a liberdade de expressão....determinada pelo STF, como escrevi em outra postagem, é de uma imbecilidade do tamanho do ego daqueles que os colocaram no cargo.

Portanto, no quesito drogas, liberdade de expressão sempre teve. O que o STF fez foi dar um parecer "jurídico", um primeiro passo para que as marchas passem a pedir a liberação do consumo da droga que, a meu ver, só falta a autorização oficial pois o uso de qualquer droga, pelo que tenho visto, já está extraoficialmente liberado.

Putz, seria tão interessante se o pessoal do STF conhecesse um tal de google e um pouco de história.


abs


Sicário


Olá Sicário,

Seria, realmente, interessante que conhecessem um pouco de história.

Não creio que a música, salvo o rap, tenha grande influência no consumo das drogas; a foto da matéria “Brasil não é Holanda”, mostra um bando de desocupados longes dos revezes da sobrevivência, cuja educação não deu freio às suas imbecilidades, hoje, já bem avançadas, por conta da falta de responsabilidade governamental ou sua ausência quanto ao crescimento do “comércio” em questão; aliás, a relação de governo com a bandidagem, já rendeu, no passado, até apoio político eletivo.

De qualquer forma, a camisa tem lá os seus propósitos: mostrar o limite de inteligência do “esperto” que faz a apologia da erva, no sentido de que se não acende agora, está apenas exercendo liberdade de expressão, algo que aprendeu agora, e ironizar o Supremo, que continua com as suas.

Palavras dos Ministros, sobre a “marcha da maconha”:

- Celso de Mello: ”é um movimento social espontâneo que reivindica, por meio da livre manifestação do pensamento, “a possibilidade da discussão democrática do modelo proibicionista (do consumo de drogas) e dos efeitos que (esse modelo) produziu em termos de incremento da violência”; “O debate sobre abolição penal de determinadas condutas puníveis pode ser realizado de forma racional, com respeito entre interlocutores, ainda que a idéia, para a maioria, possa ser eventualmente considerada estranha, extravagante, inaceitável ou perigosa”;

- Luiz Fux: “imperioso que não haja incitação, incentivo ou estímulo ao consumo de entorpecentes”; “se a Constituição cuidou de prever a proteção dos menores dependentes químicos, é corolário dessa previsão que se vislumbre um propósito constitucional de evitar tanto quanto possível o contato das crianças e dos adolescentes com a droga e com o risco eventual de uma dependência”;

- Cármen Lúcia: “se, em nome da segurança, abrirmos mão da liberdade, amanhã não teremos nem liberdade nem segurança”; manifestando “simpatia por manifestações de rua” lembrou que,” há 30 anos, sua geração era impedida de se expressar pela mudança de governo na Praça Afonso Arinos, contígua à Faculdade de Direito, em Belo Horizonte (MG)”, onde se formou;

- Ricardo Lewandowski: disse “entender não ser lícito coibir qualquer discussão sobre drogas, desde que respeitados os ditames constitucionais”;

- Ayres Britto: “a liberdade de expressão é a maior expressão da liberdade, que é tonificada quando exercitada gregariamente, conjuntamente, porque a dignidade da pessoa humana não se exaure no gozo de direitos rigorosamente individuais, mas de direitos que são direitos coletivamente experimentados”;

- Ellen Gracie: lembrando que integra comissão internacional que estuda a descriminalização das drogas, disse: “sinto-me inclusive aliviada de que minha liberdade de pensamento e de expressão de pensamento esteja garantida”;

- Marco Aurélio; sustentando que as decisões do Poder Judiciário coibindo a realização de atos públicos favoráveis à legalização das drogas simplesmente porque o uso da maconha é ilegal são incompatíveis com a garantia constitucional da liberdade de expressão, arrematou: “mesmo quando a adesão coletiva se revela improvável, a simples possibilidade de proclamar publicamente certas idéias corresponde ao ideal de realização pessoal e de demarcação do campo da individualidade”;

- Cezar Peluso: salientando que a liberdade de expressão é uma emanação direta do valor supremo da dignidade da pessoa humana e um fator de formação e aprimoramento da democracia, conclui: “desse ponto de vista, (a liberdade de expressão) é um fator relevante da construção e do resguardo da democracia, cujo pressuposto indispensável é o pluralismo ideológico”; “só pode ser proibida quando for dirigida a incitar ou provocar ações ilegais iminentes.”

Maravilha, não?! As manifestações foram retiradas do site do Supremo.

Abs,

Comentários da Jurema em "A quadrilha tomou conta! Doc. n° 123-2011"

Jaba, (é assim que devo te chamar?)


A colocação é muito interessante e pertinente. Mas infelizmente o pessoal do Grupo Guararapes (que admiro muito) tem uma visão muito patriótica e pouco prática da situação que tomou conta do nosso país, que está moralmente em frangalhos.


Há pouco tempo, saiu no jornal o resultado de uma enquete feita entre os brasileiros. SETENTA E TRÊS POR CENTO dos que responderam à pergunta disseram que FARIAM A MESMA COISA QUE FAZEM OS POLÍTICOS, SE ESTIVESSEM NO LUGAR DELES. É para deixar qualquer um desesperado.


A moça que fazia um trabalho aqui em casa contou, toda envaidecida, como fazia para roubar o Supermerdado quando trabalhava no caixa.


O Brasil não mereceRIA ser chamado de covil. Mas o país perdeu a noção de decência. A maior parte dos brasdileiros perdeu a dignidade. Não têm mais vergonha de roubar e muito menos de pedir.


O jeito é zerar para começar de novo. Deveria ser feita uma revolução para esvaziar todo o Congresso. É de lá, principalmente, que sai a idéia de 'aproveitamento ilícito' como esperteza, não como safadeza.

Olá jurema,

Jaba, jabanews, meu caro etc., tanto faz, o que conta, querida leitora, é o respeito recíproco.

A turma dos Guararapes é uma turma muito boa, em suas linhas, em tom de desabafo, demonstrou toda sua indignação quanto ao que vem acontecendo no país, e vou mais longe, ou seja, ao tempo em que o cara do maranhão, vice de uma eleição ainda por colégio eleitoral, se fez presidente da noite para o dia.

O respeito à patria foi se perdendo no governo dos "civis", do qual, um articulista do jornal dos marinhos, no caderno "opinião", chegou a afirmar tratar-se de "longeva democracia que restabeleceu a hegemonia do poder constituído civil" (matéria de março passado, sob o título Comentários do Sicário em "Finalmente!").

Se não for piada, não sei a que democracia se refere o articulista.

A noção de respeito à Pátria, aliada, ainda, à perda da noção de cidadania e civilidade, que de forma mais acentuada se perdeu nos últimos 8 anos e 6 meses, por terminar, decorre, entre outros fatores, do auge da corrupção disseminada nos cantões do País, principalmente na capital Federal.

Não há como dissociar essa realidade do que acontece fora do poder, seja nas situações narradas nos seus comentários, seja em situações mais sofisticadas, quando se escala o alcunhado nível social, no qual, ainda, se encontram os espertos que se sentem em júbilo quando enganam o “Manuel” no troco do cafezinho.

Lá no blog “Vindo dos Pampas”, consta matéria intitulada “Vida de Pai (brasileiro)”, muito apropriada à questão, da qual, em não impossível diálogo de um pai com seu filho de dez anos, destaca-se a influência da criminalidade política na gurizada, ao nível, inclusive, da adolescência; tornaram-se fatos corriqueiros, a imprensa os noticia quase que diariamente.

Igualmente, nos blogs do Fusca, Brasil-Liberdade e Democracia e O Mascate, constam linhas de excelência sobre o tema.

Concordo com a turma dos Guararapes que o Brasil não é um Covil de ladrões e corruptos, mas está se transformando no seu paraíso, em passo mais do que acelerado, nunca antes visto neste País, com o apoio explícito dos poderes constituídos e talvez, até mais rápido do que a projeção de velocidade para o trem-bala. Creio que trazer-se ao conhecimento da gurizada, o “Soneto à Pátria” de Olavo Bilac, fosse uma alternativa salutar para tentar incutir respeito, dignidade, civilidade, cidadania etc. na mente da garotada.

Da mesma forma concordo com você que há de se começar do zero; o limite do inaceitável já ultrapassou os seus próprios limites, notadamente com a condecoração de um aprendiz de guerrilheiro fujão – matéria “Começar do Zero”, maio passado.

És sempre bem vinda.

Abs,


P.S.: faço um adendo na questão educacional, envolvendo o Soneto do Bilac: isso só terá curso se ultapassado o obstáculo do processo de "imbecilização" extrema que está em andamento no governo federal (com minúsculas, mesmo), ou seja, MEC - mediocridade em crescimento.




segunda-feira, 20 de junho de 2011

Lá e Cá! Repassando

MINISTROS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL QUE SÃO INDICADOS PELO PRESIDENTE DA REPÚBLICA, PORTANTO COM RABO PRESO, AGEM DE ACORDO COM DETERMINAÇÕES POLITICAS E POR ISTO AS DECISÕES SÃO SEMPRE FISIOLÓGICAS OU PARTIDÁRIAS, NUNCA NOS ESTRITOS PRECEITOS LEGAIS.


OS ALGEMADOS DE LÁ E DE CÁ 


 Raj Rajaratnam, fundador do Galleon Group, ganhou ilicitamente 36 milhões de dólares na venda e compra de ações usando informação privilegiada. (EUA).  

ALGEMADO!


O juiz Denny Chin, do Tribunal de Manhattan, decretou a prisão imediata do investidor Bernard Madoff (foto) até a divulgação da sentença, em 16 de junho. Se confirmada a sentença, Madoff pode pegar até 150 anos de prisão (a penalidade máxima para o caso) por uma colossal fraude de US$ 50 bilhões.  

ALGEMADO!



Robert Rizzo, uma espécie de gerente administrativo da cidade que, com ganhos duas vezes maiores que o do presidente Barack Obama, foi o pivô de um caso de corrupção na cidade de Bell, Califórnia.  

ALGEMADO!



Scott Sullivan, ex-chefe-financeiro da WorldCom, 47 anos, foi condenado a cinco anos de prisão após ser considerado mentor da fraude contábil de US$ 11 bilhões na empresa (EUA).  

ALGEMADO!



Kenneth Lay  envolvido numa das maiores fraudes financeiras da história dos Estados Unidos, na qual se criou sociedades financeiras que serviram para a Enron dissimular a magnitude de suas perdas e fazer o mercado financeiro acreditar que o grupo estava financeiramente saudável.  

ALGEMADO!



Andrew Fastow, comparsa de Kenneth Lay, considerado o cérebro de uma das maiores fraudes financeiras da história dos Estados Unidos, foi sentenciado nesta terça-feira a seis anos de prisão, quatro a menos que o máximo permitido, depois de se declarar culpado em um acordo feito com a promotoria.  

ALGEMADO!



Jeffrey Skilling  é comparsa de Andrew Fastow e Kenneth Lay nas fraudes financeiras . (EUA).  

ALGEMADO!



O congressista Keith Ellison é preso depois de cruzar uma linha de policiais em protestos diante da embaixada do Sudão (EUA).  

ALGEMADO!


Karl Rove, um dos principais assessores políticos do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, envolvido com a revelação do nome de uma agente secreta americana.  

ALGEMADO!

Os assessores daqui não... 



Michel Jackson. ALGEMADO!


Paris Hilton. ALGEMADA!


Russel Crowe. ALGEMADO!


O. J. Simpson. ALGEMADO! (e depois absolvido...)


O ator Quaid e sua esposa foram acusado por Rancho San Ysidro, dono de um hotel em Santa Bárbara (EUA), de não terem pago 10.000 dólares em contas de hotel.  

ALGEMADOS!



Até os velhinhos...ALGEMADOS!



Adolescentes? ALGEMADOS!

Os daqui o estatuto da ECA não permite...pode causar trauma nos pequeninos...


Mickey Mouse, ALGEMADO!


Homem Aranha, ALGEMADO!


Ah, não... Peter Pam? ALGEMADO!



Um dos três porquinhos, coitado! ALGEMADO!

O porquinho daqui não...


A justiça de Taiwan condenou o ex-presidente Chen Shui-bian à prisão perpétua. O ex-líder foi declarado culpado por corrupção e - porca miséria! - foi  ALGEMADO!

            O daqui , mesmo roubando o crucifixo  não...

E no Brasil, hein? 



“A Corte jamais validou esta prática, que viola a presunção da inocência e o princípio da dignidade humana”. Gilmar Mendes


"[O uso de algemas] é uma prática aviltante que pode chegar a equivaler à tortura, por violar a integridade física e psíquica do réu”. Eros Grau


"O que se provoca [com as algemas] é um estado de exacerbação, um agravo no estado de privação da liberdade de locomoção. As algemas, quando usadas desnecessariamente, se tornam expressão de descomedimento por parte das autoridades e caracterizam abuso de poder”. Carlos Ayres Brito


É hora de este Supremo Tribunal Federal (...) inibir uma série de abusos notados, tornando clara até mesmo a concretude da lei reguladora do abuso de autoridade". Marco Aurélio

Se você não sabe o que é concretude, procure no Aurélio forense...


“A prisão há de ser pública, mas não há de se constituir em espetáculo. Menos ainda, espetáculo difamante e degradante para o preso, seja ele quem for. Menos ainda, se haverá de admitir que a mostra das algemas, como símbolo público e emocional de humilhação de alguém, possa ser transformado em circo de horrores numa sociedade que quer sangue, porque cansada de ver sangrar. Não é com mais violência que se cura violência. Não é com mais degradação que se chegará a honorabilidade social.” Carmem Lúcia

O TROFÉU"Argumento Espetaculoso" vai para a... Ministra Carmem Lúcia!!!

Já no quesito HIPOCRISIA, houve empate técnico.

No Brasil só funciona o "princípio da dignidade humana" para a RALÉ (PPP) deste país...como o 3P abaixo


CONCLUSÃO: o Estado Democrático e de Direito vale apenas para a PLUTOCRACIA.


 VAMOS RIR....



VAMOS GARGALHAR ...

PARA REFLEXÕES!

No mundo inteiro (exceto neste lindo e romântico Brasil), as ALGEMAS são usadas de forma INDISCRIMINADA. Ou seja, não há discriminação de cor, classe social, credo, sexo, faixa etária, nacionalidade, profissão, etc.



JB01
por e-mail