Páginas

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Aqui jaz uma profissão ... Who Knows?!

Notícia do Estadão (Mariângela Gallucci):

________________________

Advogados querem adiar julgamento do mensalão

Cinco advogados de São Paulo pediram nesta quarta à presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia Antunes Rocha, que pondere com seus colegas de STF que é inoportuno julgar a ação do mensalão durante o período eleitoral. O julgamento está marcado para começar em 2 de agosto e deve durar pelo menos um mês.
Na petição, eles observam que os debates entre defesa e acusação serão televisionados e noticiados pelos meios de comunicação. Segundo os advogados, a repercussão será ainda maior porque o julgamento ocorrerá durante o período eleitoral.
"O desequilíbrio, em desfavor dos partidos envolvidos, é evidente. Tem-se o pior dos mundos: a judicialização da política e a politização do julgamento. Perde a Democracia, com a realização de uma eleição desequilibrada. Perde a República, com o sacrifício dos direitos dos acusados ao devido processo legal", afirmam na petição os advogados Marcelo Figueiredo, Marco Aurélio de Carvalho, Gabriela Shizue Soares de Araújo, Fábio Roberto Gaspar e Ernesto Tzulrinik.

_________________________

Deixo de comentar, porquanto não quero imaginar acréscimo ao epitáfio: aqui jaz um supremo "e uma profissão"...
As "pretensas linhas jurídicas" relembram ato criminoso de um inqualificável inominável ... junto a um ministro das togas superiores; a linha é a mesma.
Continuo na teimosia dos princípios e da esperança que a supresa suprema será uma supresa da supremacia jurídica, em prol dos interesses da sociedade, cujo interesse jurídico é infinita e imensuravelmente superior aos interesses penais e constitucionais de criminosos, e não, como dizem, em palavras outras, os "entrevistados" de matéria anterior, como o metido a polêmico das togas superiores - tudo será feito nas páginas frias dos autos.
As linhas da reportagem, no que toca à "petição", são uma desonra aos honrados, não há como considerá-las; a sua reprodução basta pelo simples fato da reprodução para conhecimento e confirmação das quantas anda um País outrora honrado, não mais que isso, porquanto insignificantes.
A lástima repousa no oportunismo, quiçá agraciado.

É preocupante ...

Matéria do Estadão ( Fausto Macedo):
____________________

Ministros do STF reagem às declarações de Calmon


Três ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) reagiram ontem às declarações da corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon, segundo as quais a Corte será julgada pela opinião pública durante a avaliação do processo do mensalão. "Quem é ela para dizer que seremos julgados? O Supremo não é passível de sugestões, muito menos de pressões", disse o ministro Marco Aurélio Mello. "A toda hora estamos sendo julgados. Não é só nesse caso", afirmou o colega Gilmar Mendes. "O Supremo tem que estar acima dessas paixões passageiras", disse o também ministro Luiz Fux.


Os 11 ministros do Supremo começam a julgar o maior escândalo do governo Luiz Inácio Lula da Silva a partir de 2 de agosto. Entre os 38 réus estão José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil, José Genoino, presidente do PT à época, e Duda Mendonça, marqueteiro da campanha lulista de 2002.
A corregedora deu suas declarações sobre o julgamento anteontem em São Paulo. "Há por parte da Nação uma expectativa muito grande e acho também que o Supremo está tendo o seu grande julgamento ao julgar o mensalão", disse Eliana. "Hoje, eles (os ministros) têm, sim, uma preocupação porque o País mudou e a população está participando."
Pressão
Marco Aurélio foi duro na crítica a Eliana. "Uma corregedora-geral chegar ao ponto de dizer que seremos julgados não contribui para o engrandecimento das instituições. Evoca uma pressão", disse. "O que se espera, de fato, é que o julgamento fique exclusivamente restrito ao que os autos contêm. Manifestações desse tipo criam toda uma excitação", afirmou.
O ministro disse ainda que "a opinião (de Eliana) é amplamente dispensável". "Ela enfraquece as instituições aos olhos dos leigos. O STF será julgado pelo julgamento do mensalão? É olvidar a missão do Supremo. Esse é o estilo dela, fala o que pensa. Mas, às vezes, o que se pensa não é o desejável em termos de extravasamento", afirmou.
Gilmar Mendes disse que as manifestações de cunho político que têm o Supremo como alvo são rotineiras. "O que interessa é o que está nos autos", afirmou o ministro, que em maio disse em entrevistas ter tido uma conversa com Lula na qual o ex-presidente teria pedido o adiamento do julgamento do mensalão para depois das eleições - a versão foi negada pelo ex-presidente. Essa não foi a única polêmica envolvendo o processo.
Luiz Fux afirmou que os ministros estão acima da pauta de pressões políticas. "O tribunal tem que decidir à luz da razão, é a última trincheira que o cidadão tem para poder obter um resultado judicial justo. Os ministros estão acima dessa pauta. Efetivamente, não faltará independência nem coragem para o Supremo tomar a decisão que deve tomar, adotar a solução mais justa no caso concreto."
O ministro afirmou que há, sim, questões em que a opinião pública é importante. "Há questões emblemáticas como a marcha da maconha, a união homoafetiva, a cota dos afrodescendentes, questões que precisam de um apoio razoável da sociedade para que sejam analisadas", disse. "No processo criminal é diferente, não se discute uma tese jurídica, mas uma questão subjetiva sobre se efetivamente réus apontados na denúncia têm responsabilidade penal. Então, a influência social é diferente. Uma coisa é saber que a sociedade tem um consenso razoável sobre a união de gays. Outra coisa é você se deixar levar por uma opinião pública a respeito da responsabilidade criminal de A ou B."
"A ação penal não é um processo onde você define uma tese jurídica. Todo magistrado tem que ouvir as vozes sociais, evidentemente. Todo poder emana do povo, mas sem prejuízo ao juiz de julgar um processo subjetivo. Ao julgar a liberdade de uma pessoa, o juiz não pode se despojar de sua responsabilidade", concluiu. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

_______________________

É preocupante. O Supremo fala o que pensa, e quando fala o que pensa viola a Constituição, enfraquece as instituições, corrobora a discriminação, a homofobia, a separação de "classes", em detrimento da ordem social constituída, no esteio demagógico tão a gosto de um governo de prófugos, que já alcança próximos 12 anos de inqualificáveis pretensões de governo, tudo sob o patrocínio da nefasta corrupção, que emporcalha e envergonha o País, outrora honrado.
É preocupante. Palavrório beligerante entre as togas deixa claro o distanciamento do real sentimento e da percepção quanto ao estrito siginificado do poder e do seus efeitos, carcomidos pela doentia supremacia do ego, digna de não confiáveis.
É preocupante. Depois do arquivamento do processo contra a Erenice (que já falara, em linhas passadas, ressurgiria das cinzas), na Justiça Federal, por instância do MPF, resta, ainda, por manter a esperança e a teimosia de princípios, de modo a que não venha ou seja obrigado, como também dito em linhas passadas, a escrever um epitáfio com os seguintes dizeres: aqui jaz um supremo ... 
Vergonha em tudo superior à atual e já tão vergonhosa vergonha que corrói a alma e a Nação.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Anônimo comenta em comentários de Sicário à Reedição da História

ATENÇÃO PARA A REVOLUÇÃO QUE ESTÁ EM CURSO.
TRABALHADORES E APOSENTADOS SÃO ESCRAVOS DE POLÍTICOS NO BRASIL.
ROLA NA NET:
A esperança do povo brasileiro está na ponta dos dedos dos aposentados, idosos e cidadãos que têm a consciência de que: POVO QUE NÃO TEM PARTIDO É PATRÃO NAS URNAS.
“A REVOLTA DAS BENGALAS E DAS CADEIRAS DE RODAS” vai deixar muitos políticos mal intencionados sem sono.
ITÁLIA: O governo criou os juízes sem rosto que acabaram com a máfia.
BRASIL: A Revolta das Bengalas e das Cadeiras de Rodas, movimento sem partido e sem nome, vai acabar com a escravidão dos aposentados, idosos, trabalhadores, anarquia e corrupção instaladas no país pelos últimos governos, inclusive estaduais e municipais.
FERNANDO HENRIQUE PREPAROU A FORCA DOS POSENTADOS, LULA COLOCOU A CORDA E A DILMA, RELEMBRANDO O SEU PASSADO, ESTÁ PUXANDO A CORDA EM VOLTA DO PESCOÇO DOS IDOSOS COM A FRIEZA DE UMA TERRORISTA.
MAIS DE 20 MILHÕES DE IDOSOS E APOSENTADOS VÃO ÀS URNAS PARA DERRUBAR OS SEUS CARRASCOS. APÓS 12 ANOS, NÃO HÁ MAIS ESPAÇO PARA ENTENDIMENTO.
A OPOSIÇÃO VAI ASSUMIR E RESPEITAR OS TRABALHADORES E APOSENTADOS PORQUE NÓS, NOVAMENTE DEPOIS DE QUATRO ANOS, SEREMOS A VERDADE NAS URNAS. 
POVO SEM PARTIDO,
NÃO PERDE ELEIÇÃO 
PARA PESQUISA, RÁDIO OU TELEVISÃO.
O DINHEIRO DOS TRABALHADORES E DOS APOSENTADOS ESTÁ ENRIQUECENDO POLÍTICOS E BANDIDOS.
““A REVOLTA DAS BENGALAS E CADEIRAS DE RODAS.””
POLÍTICO SÓ TEM MEDO DE URNA: DE MAIS NADA!!!
DE UM LADO APOSENTADOS E OS IDOSOS QUE CONTRIBUÍRAM PARA TER UMA VELHICE DIGNA, MAS ESTÃO ESCRAVIZADOS E PASSANDO PRIVAÇÕES HÁ 12 ANOS PELOS GOVERNOS DO PT. (LULA E DILMA)

POLÍTICOS CORRUPTOS E MENTIROSOS QUE NA PLATAFORMA DE GOVERNO PROMETEM RESOLVER O PROBLEMA DA APOSENTADORIA.
CAMPO DE BATALHA: AS URNAS.

OS IDOSOS VÃO SE “ARRASTAR” ATÉ AS URNAS PARA TIRAR DO PODER CORRUPTOS E MENTIROSOS QUE PROMETERAM RESOLVER O PROBLEMA DO APOSENTADO E NADA FIZERAM PORQUE SABEM QUE IDOSOS NÃO GOSTAM DE VOTAR, MAS OS CARRASCOS VÃO “CAIR DO CAVALO”.
ESTA CAUSA É DE TODOS, INCLUSIVE MILITARES E CIVIS DA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS. TODOS ESTÃO CAMINHANDO PARA GANHAREM SOMENTE UM SALÁRIO MÍNIMO. É O OBJETIVO DOS CARRASCOS QUE ESTÃO NO PODER.
APESAR DA ECRAVIDÃO E ESTADO DE MISÉRIA IMPOSTO PELO PARTIDO DOS TRABALHADORES, NÃO É RARO O APOIO QUE OS IDOSOS DÃO AOS SEUS FILHOS E/OU NETOS SEM EMPREGO OU POR OUTROS MOTIVOS. 
SOMOS MAIS DE 20 MILÕES DE APOSENTADOS. 
NÃO HÁ ELEIÇÃO VENCIDA COM ESTA DIFERENÇA DE VOTOS.
NÓS TEMOS O PODER DE TIRAR OU COLOCAR: PODEMOS MUDAR TUDO, 
JOVEM, LEVE O SEU IDOSO ATÉ AS URNAS.
A SUA VIDA CERTAMENTE VAI MELHORAR.
REPASSEM ESTAS MENSAGENS PARA TODOS, INCLUSIVE VIA: FACEBOOK, ORKUT, TWEETER, MSN, ETC. 
AJUDEM!!!
A SOLIDARIEDADE É TUDO.
MUITOS IDOSOS NÃO TÊM ACESSO A COMPUTADOR, MAS PODEM TER ACESSOÀS URNAS COM A AJUDA DAS PESSOAS MAIS PRÓXIMAS.
OS APOSENTADOS E SEUS
FAMILIARES MERECEM E TÊM DIREITOS.
REPASSEM PARA O BEM DO POVO E DO BRASIL.


O FERNANDO HENRIQUE VENDEU A ALMA DOS APOSENTADOS PARA O LULA E PARA A DILMA. NÃO EXISTE MAIS NADA DOS APOSENTADOS PARA SER VENDIDO ALÉM DE MISÉRIA E DÍVIDAS.
A QUANTIA RECEBIDA PELA VENDA DA ALMA DOS APOSENTADOS ESTÁ ENRIQUECENDO POLÍTICOS E BANDIDOS.


Olá Anônimo,
As linhas já foram repassadas e serão levadas para a página central do blog.
Peço o favor de que, se aqui voltares - acrescento, serás sempre bem vindo - se identifique, o anonimato não condiz com a verdade das palavras.
O que dizes em suas linhas teve lá o seu precursor no metido a intelectual, agravando-se na reles bandidagem atual que já vai para 12 anos de inqualificável pretensões de governo.
Caso ocorra o que lá se diz, haverá mesmo uma demonstração, significativa, de repulsa contra a falta de caráter e de vergonha já disseminadas no País outrora honrado.
De minha parte, farei o que tem que ser feito.
Obrigado pela visita.
Abs.,
Flávio


quarta-feira, 4 de julho de 2012

O nefelibata ...


Um homem caminhava por uma estrada, quando percebe um balão voando baixo.
O balonista lhe acena desesperadamente, consegue fazer o balão baixar ao máximo possível e grita:
- Pode me ajudar? Prometi a um amigo que me encontraria com ele às duas horas da tarde, mas já são quatro horas e nem sei onde estou. Poderia me dizer onde me encontro?
O homem da estrada responde:
- Sim! Você se encontra flutuando a uns cinco metros acima da estrada, e está a 33 graus de latitude sul e 51 graus de longitude oeste.
O balonista escuta e pergunta, com sorriso irônico:
- Você é engenheiro?
- Sim, senhor! Como descobriu?
- Simples! O que você me disse está tecnicamente correto, porém sua informação me é inútil e continuo perdido! Será que consegue uma resposta mais satisfatória?
O engenheiro raciocina por segundos e depois afirma ao balonista:
- E você é petista?
- Sim, sou filiado ao PT! Como descobriu?
- Fácil! Veja só; você subiu, sem ter a mínima noção de orientação! Não sabe o que fazer, onde está e tampouco para onde ir! Fez promessa e não tem a menor idéia de como conseguirá cumpri-la! Espera que outra pessoa resolva o seu problema, continua perdido e acha que a culpa do seu problema passou a ser minha! É petista nato!!

(WS)

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Sicário comenta "Reedição da história ..."

Flavio...

É interessante como a esquerda se apropriou da palavra democracia como se somente governos de  doentes mentais, denominados de  esquerdistas,  fossem a materialização da vontade popular. O que ocorreu em Honduras e no Paraguai, dentro da lei maior daquelas nações e, por tratar-se de países soberanos, estes sim democratas, é problema único e exclusivo delas que sequer deveriam ser questionados por ditadoretes da latrina ideológica da américa que não conseguem fazer cumprir o básico constitucional em suas nações e se denominam democratas.  Melhor dizendo, ou escrevendo,  Honduras e Paraguai não tiveram problemas mas sim soluções aos seus problemas internos! E a solução  foi fazer cumprir a Constituição nacional, independente do desejo e pressão de países ditos amigos, estes sim, descumpridores da lei e anti-democráticos que estão imiscuindo-se em problemas internos  somente porque os atos no Paraguai e Honduras demonstram que o bloco socialista, criminoso, narcotraficante, manipulador e ditatorial denominado UNASUL, pode se desmanchar pois nem todos estão completamente sujeitos à vontade  da aventura de bandidos vermelhos. Brasil, Argentina, Bolívia, Equador, Uruguai, estes sim anti-democráticos julgam golpe qualquer ato, atitude que atente contra os planos do bloco socialista idealizado por Fidel e colocado em prática pelo canceroso (em todos os sentidos) Chavez.
O  alegre e estúpido povo brasileiro, debocha das falsificações dos produtos vindos do Paraguai. Hoje os paraguaios mostram que lá  a  democracia é verdadeira, não é fictícia como muitas tantas que vemos por aí, inclusive a vermelha, verde e amarela do país continente cujo governo para manter-se no poder, ilude uma população imbecilizada por bolsas família, brasil carinhoso, carnaval e futebol.

abs.

sicário